• Rodrigo Saminêz

The Smashing Pumpkins volta com o disco mais pop de sua carreira

O décimo primeiro disco dos estadunidenses é uma peça interessante a ser analisada.

Foto: Linda Strawberry

The Smashing Pumpkins é uma banda que já tem mais de 30 anos de estrada, já passou pelas mais diversas formações e possui uma vasta e extensa discografia. Em seu décimo primeiro disco de estúdio, a subversão à trabalhos passados não é mais somente uma característica do projeto, mas também se torna necessária após tanto tempo de carreira. E é exatamente isso que "CYR" entrega.


No decorrer das suas 20 faixas, muita coisa acontece, mas tudo com um grande pano de fundo: o grupo dessa vez apostou em melodias mais simples, mas ainda com muita força, e em sintetizadores característicos da música eletrônica como o EDM e o retrowave, e beats que remetem ao pop contemporâneo, todos estes gêneros e timbres que o projeto nunca havia experimentado de forma tão direta. O disco acaba se assemelhando aos últimos trabalhos de bandas como Arcade Fire, mesmo que, provavelmente, essa não tenha sido uma referência direta na produção do disco.