• Vinicius Cerqueira

O retorno de Alicia Keys com o disco autointitulado "ALICIA"

Com R&B clássico, a cantora se destaca novamente com um trabalho completo.


Para a maioria dos jovens-adultos que nem eu conviveu e escutou os principais sucessos de Alicia Keys durante a infância e adolescência, tudo isso por conta de pais, tios, irmãos mais velhos e demais pessoas do seu círculo familiar ou de amizades. E a artista estadunidense retorna ao mundo da música depois de 4 anos desde o seu último disco de estúdio "Here".


Já em "ALICIA" podemos perceber que a cantora não perdeu sua essência e não toma para si as referências exaustivas que o pop industrializado tem propagado. Alicia Keys se mantém no conforto no que ela realmente sabe fazer e isso por si só já impressiona e deixa o disco autointitulado com a cara dela, literalmente.


Amor e superação são os principais temas do novo trabalho, principalmente na faixa "Underdog" - co-escrita por Ed Sheeran - onde Alicia fala sobre superação, discriminação social, pessoas sem-teto num clipe que deixou a internet em burburinho por alguns dias. A faixa é um R&B clássico e casa demais com os vocais da artista. Além disso, o álbum é trabalhado com as primeiras faixas mais animadas, perfeitas para tocar no rádio e próximo ao fim temos as baladas.



Apesar de ter muito do pop bem característico que a cantora costuma produzir, não vá com grandes expectativas achando que teremos um outro "Girl On Fire" ou "Empire State of Mind", por outro lado as canções estão mais para o alcance vocal de "No One".


"ALICIA" está entre os principais discos do gênero juntamente com o bem trabalhado por Lianne La Havas também este ano. Afinal, Alicia Keys sempre merece a devida atenção! Escute no player abaixo: