• Rodrigo Saminêz

Marcelo Perdido lança clipe em colagem para "bastante"

O novo clipe usa elementos da colagem digital para retratar o caos, tanto do passado, quanto do presente.

Foto: Ana Alexandrino

Marcelo Perdido lançou, no meio da pandemia, o disco "Não tô aqui pra te influenciar", pelo selo CENA, do portal Popload, que tinha a intenção de estreitar os laços do músico com o público, e conta com oito faixas que somam por volta de 20 minutos, mas que contam uma história precisa e direta sobre a urgência de sentimentos e memórias do músico a partir da perda da sua avó. Todos esses simbolos parecem se juntar de maneira muito orgânica no recém-lançado clipe para a canção "bastante", um dos destaques do disco.



O clipe acrescenta camadas na poesia da música, que discorre sobre perder a oportunidade de estar junto com alguém. Enquanto a música parece relatar uma relação mais íntima, o tom apocalíptico do vídeo traz a mesma distância da letra numa lente mais social. O músico ainda comentou que quer lançar um clipe para cada música do disco novo. Sobre o clipe, Marcelo diz:

“Comecei a imaginar um mundo pós-apocalíptico que fosse mais latino e brasileiro, como nós enfrentaríamos as novas dificuldades, na época estava rolando a final do Big Brother e a ideia dos drones como personagens principal me veio forte, o drone é uma câmera que chega longe, poderia aproximar de certa formas as pessoas, mas também vigiar. Essa técnica de colagem digital envolve muita pesquisa e para criar uma atmosfera surreal busquei misturar imagens novas e bem antigas. A única gravação real foi feita em casa num fundo verde, a cena do beijo inspirada no quadro  Os Amantes de René Magritte e as com uma máscara de gás emprestada do meu amigo Gabriel Serapicos”
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Spotify
  • Deezer
  • iTunes

Todos os direitos reservados | Boteco Indie™.