• Rodrigo Saminêz

Gabrre estreia com o álbum "tocar em flores pelado" e lança clipe de "Boris"

Relatando o cotidiano, Gabrre explora reverbs e delays em álbum de estreia.


O cotidiano é a musa inspiradora de Gabrre, cantor e compositor gaúcho de 22 anos, que lançou hoje o álbum "tocar em flores pelado" (Honey Bomb Records), que une violões, pianos e synths, tudo embalado com muito echo e reverb, no melhor estilo dream pop, versando sobre "lamentos positivos, afeto, carinho e saudade". Além do disco, hoje o músico também lança o clipe de "boris", sétima música do disco, e que foi composta em homenagem ao seu gato.



O disco é, segundo o próprio Gabrre "uma breve narração dos meus anos como jovem no extremo sul do país. Noites de festas em casas aleatórias, passeios diurnos em todos os lagos possíveis, amor e carinho pelos meus animais, amigos e família e lamentos otimistas são alguns dos temas da obra". Nos sons, o resultado é uma mistura de Wild Nothing, Beach Fossils e Real Estate, mas com um pézinho a mais no psicodélico e no experimental e sempre com muito reverb e delay, e passagens aonde os synths criam camadas etéreas infinitas e imersivas, e com batidas bem marcadas, que conseguem se destacar em meio aos outros elementos do disco. Ouça "tocar em flores pelado" no player abaixo:



  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Spotify
  • Deezer
  • iTunes

Todos os direitos reservados | Boteco Indie™.