• Rodrigo Saminêz

Fabio Santanna lança "Vibração" homenageando os bailes blacks do Rio de Janeiro

Misturando o som negro produzido no Brasil com o de fora, músico criou o Brazilian Boogie.

Foto: Gustavo Schlittler

O produtor e DJ carioca Fabio Santanna lança hoje (20) a terceira parte do projeto Live Motel, que foi batizada de "Vibração", somando um total de 14 faixas que honram o legado dos bailes blacks do Rio de Janeiro tanto para a cultura da cidade, quanto para a vida do músico, que diz ter começado sua paixão pela música nos bailes, e que fez em "Vibração" uma misturas de vários grooves que o artista batizou de Brazilian Boogie.


O disco foi produzido pelo próprio Fabio, no seu estúdio, o “Na Nave”, durante a pandemia. O disco chega num período difícil - e não é por acaso: “Vibração é um disco que me fez mergulhar na minha essência, na minha história e nos meus anseios como artista. Produzir, existir nesse período é necessário, mostrar que é vibrando na arte que somos resistência e emanamos luz. Sou um artista negro independente, compus, executei, arranjei e produzi, abracei todas as minhas limitações e botei o bloco na rua. Vibração é baile, energia, afinal não somos só tristeza e problemas, somos, também, beleza, exuberância, prazer e alegria. Penso nos bailes também como importantes ferramentas culturais e sociais, pois é um lugar no qual o negro brilha, sai da página policial e vai para cadernos de cultura e comportamento".



  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Spotify
  • Deezer
  • iTunes

Todos os direitos reservados | Boteco Indie™.