• Rodrigo Saminêz

Aquino e a Orquestra Invisível mistura o presente com os anos 70 em novo single

"Pai" junta elementos da MPB clássica com a contemporaneidade, e está repleta de referências.


O trio carioca Aquino e a Orquestra Invisível vem mostrado a reinvenção como carro chefe de seu trabalho, com composições que bebem de fontes que passam pelo, Afrobeat, o lo-fi e até a orquestração. Em "Pai", novo single do grupo, a junção de elementos de diversos estilos musicais diferentes e a soma de múltiplas referências à cultura nacional é o carro chefe do novo trabalho, que você pode ouvir no player abaixo:



O novo single é uma fusão entre o MPB de nomes como Caetano Veloso e Baden Powell com os sintetizadores do pop atual, conversando liricamente com "Cálice", de Chico Buarque, versando sobre o paradoxo entre religião e outros temas como sexualidade, desilusão política e frustração, revivendo a canção de Chico em tempos tão pertinentes quanto o que a música foi escrita. A canção do trio carioca também traz uma grata surpresa no final, com um riff repetido várias vezes, com sutis transformações, por um coral de crianças, que guia os arranjos, acompanhado por várias camadas percussivas.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Spotify
  • Deezer
  • iTunes

Todos os direitos reservados | Boteco Indie™.